Como começar a investir em imóveis sem capital inicial

Muita gente tem interesse em investir em imóveis, principalmente depois de ler o livro Pai Rico, Pai Pobre, do Robert Kiyosaki. Para muitos isso parece ser uma tarefa impossível, geralmente por falta de capital para começar.

Pontos importantes:

Uma forma de iniciar o investimento em imóveis seria obedecer a regra básica de se pagar primeiro. Fazendo uma economia mensal de pelo menos 10% de tudo que se ganha, daria para juntar um capital razoável depois de algum tempo. Mas a maioria das pessoas simplesmente não tem a disciplina necessária para isso.

Nosso problema inicial então pode ser resumido em três tópicos principais: pagar a si mesmo primeiro, ter a disciplina de fazer isso todos os meses por tempo suficiente e depois de um tempo fazendo esta economia mensal, resistir à tentação de gastar esse dinheiro em alguma coisa qualquer.

Como resolver esses problemas:

O investimento em consórcios resolve de maneira extraordinária todos esses problemas. Podemos usar a carta de crédito, quando contemplada, para adquirir nosso primeiro imóvel, fazendo com que o valor do aluguel pague as prestações restantes deste consórcio.

O primeiro problema a ser resolvido é pagar a si mesmo primeiro. Esse é o mais fácil de ser resolvido. Com as prestações do consórcio chegando todo mês em nossa caixa de correio não temos como esquecer esse pagamento mensal. Automaticamente estamos pagando a nós mesmos primeiro. E automaticamente resolvemos o segundo problema, pagar a nós mesmos todos os meses.

Devemos notar ainda que esse pagamento mensal não é um custo. Apenas estamos trocando nosso dinheiro de lugar. Tirando do banco, onde é fácil de gasta-lo em bobagens e colocando nos consórcios. Com isso resolvemos o terceiro problema de resistir a tentação de gastar o dinheiro em qualquer bobagem. O dinheiro continua sendo nosso mas só pode ser usado quando contemplamos o consórcio. Ao usar o crédito contemplado, adquirimos um imóvel e quem paga o restante da conta é nosso inquilino.

Ao comprar um imóvel com a carta contemplada e garantir o pagamento das prestações restantes do consórcio com o valor do aluguel do imóvel comprado, voltamos a ter nosso fluxo de caixa mensal disponível para fazer um novo consórcio. Dessa forma, depois de algumas contemplações dos consórcios já nos tornamos investidores imobiliários. Tudo isso começando com o pagamento mensal de apenas uma carta de consórcio.

O que fazer agora? Parta para ação. Quem não faz nada continua sempre no mesmo lugar!!!

Para saber mais sobre o investimento em consórcios visite a página da Megacombo. Lá você poderá ler um pouco mais sobre a minha trajetória e como o investimento descrito neste artigo permitiu meu sucesso pessoal e profissional. Leia também o site Investimento em Consórcio para aprender um pouco mais sobre esse assunto.

Sucesso e bons negócios.

Fabrício Stefani Peruzzo.

18 pensamentos em “Como começar a investir em imóveis sem capital inicial”

  1. olá.gostaria de saber qual o melhor tipo de consórcio para ganha rapido o donheiro? carros, motos, imoveis? e que valores no caso de imveis, de 100,000 ou 50,000? oibrigado

    1. Ziad,

      Dinheiro rápido não existe. O que existe é um plano estruturado de investimento para construir patrimônio. Se quiseres investir com um objetivo real, estou aqui para ajudar. Procurar por milagres, não posso ajudar.

      Abraço.

  2. GOSTARIA DE SABER O PRAZO MEDIO DE RETORNO DO MEU INVESTIMEN TO EM IMOVEIS ATRAVES DE CONSORCIOS ABS!!!!

    1. O investimento em imóveis e o uso dos consórcios para alavancar o mesmo não é um investimento onde buscamos um retorno. O investimento em imóveis é a construção de patrimônio, é investir para gerar renda. Não é um investimento para quem pretende apenas fazer o dinheiro girar, entrando e saindo do investimento.

  3. olá, tenho um consorcio onde a carta de credito é no valor de 130k. Existem duas formas de ser contemplado em um consorcio, a primeira é ser contemplado atraves de um lance e a segunda é ter a SORTE de ser sorteado. 🙂 Quanto ao lance as pessoas do meu grupo estao dando lances altos com valores superiores a 60% da carta e com isso sendo contempladas. Não disponho desse valor para dar um lance. Quero muito utilizar essa carta para continuar investindo e trabalhando para aumentar meus ativos. Oque vc sujere??
    Muito Obrigado!

    1. Oi Leonel,

      Não sei que consórcio é o teu, mas nos que invisto os lances livres são semelhantes, pouca coisa menores. A questão da sorte para contemplar no sorteio é relativa, visto que é a única opção no teu caso.

      Pelo teu texto, parece que tu tens algum valor para dar lance, mas não um valor tão alto. Se tens entre 20% a 30% do valor do crédito para lance, o que poderias fazer é uma carta como as que indico em http://www.megacombo.com.br/como-investir e ofertar os lances fixos. Assim, tu terás duas chances de contemplar, pelo sorteio ou pelo lance fixo, em vez de apenas pelo sorteio.

      Se estás há muito tempo com esta carta e tua única opção realmente é só o sorteio, não há muito o que fazer, aconselho a permanecer com ela. Se fizeste a carta recentemente e só depois descobriste que não tens muitas opções, desistir antes de ter muito dinheiro preso sempre é uma opção válida. Melhor colocar uma perda na conta de aprendizagem do que se amarrar a um prejuízo de longo prazo por uma escolha feita sem conhecer os detalhes.

      Fico a disposição para o que mais puder ajudar.

  4. Gostei muito dessa idéia e quero me aprofunda mais, o que devo fazer? Desde ja te agradeço pela atençāo.

  5. Olá , tenho lido a respeito de consorcios e hoje estou juntando dinheiro para começar a construir pequenas casas geminadas na regiao da grande curitiba com um amigo que ja possue experiencia na area.
    A minha duvida seria se eu poderia alavancar recursos para capitalizar a construçao com consorcios( pois ainda nao tenho todo o capital necessario), e sendo possivel como faria isso? poderia ter lucro?

    Obrigado desde ja , sucesso!

    1. Oi Jonata,

      Fazer teus próprios consórcios te dá muito mais alavancagem do que comprar cartas já contempladas. Na primeira opção tu não tens o custo do ágio para comer boa parte do teu lucro, que teria na segunda opção. Então sempre que possível, cartas novas são melhores.

      No teu caso, poderias ainda obter um lucro extra vendendo as casas através de financiamento próprio, ou seja, quem comprar as casas te pagará também os juros, te permitindo lucrar duas vezes com o mesmo empreendimento.

      Para começar basta seguir as orientações em http://www.megacombo.com.br/como-investir, escolhendo fazer um crédito de valor 1,8 vezes maior do que o que tens para ofertar de lance.

      Abraço.

  6. …no caso eu poderia comprar cartas contempladas para construir ou deveria fazer meus proprios consorcios e esperar ser contemplado?

    Grato

  7. Um , interessante, o que vc acha de comprar pequenos consorcios de até 40 ou 50 mil para comprar pequenas salas comerciais . O aluguel pagaria as cartas . Agora vc acha dificil ser contemplado? quais as chances se eu tiver um bom lance? e o que é um bom lance, vc por exemplo nas suas cartas leva muito tempo para ser contemplado?

    Grato.

  8. bem, nao tenho muito dinheiro, quero investir em alguma coisa..ja pensei em franquias, mas o dinheiro que tenho não da,pq sao caras..estou pensando em construcao civil..construir casas populares e vende-las, tenho 40 mil somente.. e nao ganho muito..sou muito dicipplinado, mas nao entendo de construcao civil.. como faco pra isso dar certo queria uma luz pra comecar.
    abraço

  9. Oi Marcel,

    Investir no que tu não conheces costuma dar maus resultados. Minha sugestão é estudar bastante antes de se atirar em investimentos imobiliários. Não são poucas as coisas a saber. A melhor sugestão é se juntar com alguém que já tenha experiência e investir junto, ganhando um pouco menos, mas com mais segurança. Lê meus textos sobre o assunto em http://www.investimentoemimovel.com.br

  10. Mas e onde entra o investimento sem capital inicial? Porque para fazer um consórcio você precisa pagar parte do imóvel, até onde eu sei… ou estou errado? E também precisa comprovar renda e tudo mais.

    1. Oi Anderson,

      “Sem capital inicial” significa sem ter o valor integral de um imóvel, ou sem ter que dar uma entrada. Significa entrar em um plano e dar os primeiros passos em direção a este objetivo, em vez de ficar sentado sem fazer nada, sem ação, reclamando que é difícil, trabalhoso, caro ou impossível, como fazem a maioria das pessoas.

      Com o consórcio da Rodobens, iniciando uma carta nova, não precisa comprovar renda.

  11. Achei interessantes as sugestões. Temos que fazer o dinheiro suado que ganhamos trabalhar por nós. O investimento disciplinado sempre dá resultados. Afinal de contas, a aposentadoria do INSS é inviável…

Os comentários estão desativados.